História da Igreja

OS EDIFÍCIOS DO MACKENZIE E SEUS NOMES

Alderi Souza de Matos

Dentre os mais de 40 prédios e auditórios que compõem o campus central da Universidade Presbiteriana Mackenzie, cerca de 30 levam o nome de personagens que, direta ou indiretamente, estiverem ligados à instituição. A maior parte deles é constituída de missionários, pastores e membros da Igreja Presbiteriana, tanto norte-americanos quanto brasileiros. Os demais foram professores e beneméritos da instituição, porém não filiados à igreja. Fornecemos abaixo o número e nome de cada edifício, e alguns dados biográficos do personagem correspondente.

 

01 – Edifício Mackenzie

John Theron Mackenzie (1818-1892) foi um advogado de Nova York que demonstrou grande interesse pelo Brasil e se correspondeu com José Bonifácio. Deixou em testamento uma importância que foi utilizada para a construção do edifício que leva o seu nome, inaugurado em 1894. Em sinal de reconhecimento, seu nome foi dado a toda a instituição.

 

02 – Biblioteca George Alexander

George Alexander (1843-1926) foi pastor presbiteriano e líder educacional em Nova York. Esteve no Brasil para opinar sobre a instalação da Escola de Engenharia (1887). Foi o primeiro presidente da Junta de Curadores do Mackenzie College (1895), cargo que exerceu por trinta anos. A Biblioteca George Alexander foi inaugurada em 1926.

 

03 – Edifício Lane

Horace Manley Lane (1837-1912) veio para o Brasil pela primeira vez em 1859. Foi comerciante, médico e notável educador. Convidado pelo Rev. Chamberlain, assumiu em 1885 a direção da Escola Americana. Foi o fundador e primeiro presidente do Mackenzie College. Cooperou na reforma do sistema educacional do Estado de São Paulo.

 

04 – Edifício Alfred Slater

Alfred Cownley Slater (1875-1958) era natural da Inglaterra, onde diplomou-se em química, geologia e pedagogia. Veio para o Brasil em 1901 e dois anos depois passou a lecionar no Mackenzie. Foi deão da Escola de Engenharia, diretor do Departamento de Química Aplicada e fundador do Curso Técnico de Química Industrial.

 

05 – Edifício Waddell

William Alfred Waddell (1862-1939) formou-se em engenharia e teologia. Veio para o Brasil como missionário presbiteriano em 1890. Implantou a Escola de Engenharia e presidiu o Mackenzie College por duas vezes (1914-1927 e 1933-1934). Fundou o Instituto Ponte Nova, na Bahia, e o Instituto José Manoel da Conceição, em Jandira (SP).

 

06 – Edifício Henrique Pegado

Henrique Pegado (1893-1974) nasceu em Buenos Aires e naturalizou-se brasileiro. Em 1913, diplomou-se em engenharia civil no Mackenzie. Foi professor catedrático da Escola de Engenharia (1922-1957) e diretor da mesma (1938-1952). Foi também o primeiro reitor da Universidade Mackenzie, de 1952 a 1957.

 

09 – Edifício Cristiano Stockler das Neves

Cristiano Stockler das Neves (1889-1982) formou-se em arquitetura nos Estados Unidos, em 1911. Começou a lecionar na Escola de Engenharia do Mackenzie em 1917, no novo curso para engenheiros arquitetos. Em 1947, fundou a Faculdade de Arquitetura, da qual foi diretor até 1956. Foi prefeito de São Paulo por alguns meses em 1947.

 

10 – Edifício Rev. George Chamberlain

George Whitehill Chamberlain (1839-1902). Foi ordenado pastor no Rio de Janeiro e cursou teologia no Seminário de Princeton. Pastoreou a Igreja Presbiteriana de São Paulo de 1869 a 1888. Em 1870, ele e a esposa iniciaram uma escolinha que se transformou na Escola Americana, a precursora do Mackenzie College.

 

11 – Edifício Benjamin Hunnicutt

Benjamin Harris Hunnicutt (1886-1962) chegou ao Brasil em 1906. Criou a Escola Superior de Agricultura de Lavras (MG). Presidiu o Mackenzie College de 1934 a 1952 e foi um dos fundadores da Universidade Mackenzie. Recebeu a comenda da Ordem Nacional do Cruzeiro do Sul pelos serviços prestados à educação no Brasil.

 

12 – Edifício Dra. Esther de Figueiredo Ferraz

Esther de Figueiredo Ferraz, nascida em 1915, formou-se em filosofia e direito. Lecionou na Faculdade de Direito (1961-1965) e depois foi reitora da Universidade Mackenzie por dois mandatos (1965-1971). Foi a primeira mulher a exercer tal cargo no Brasil, bem como a primeira a assumir um ministério, o da Educação e Cultura (1982-1985).

 

13 – Edifício Paulo Breda Filho

Paulo Breda Filho (1924-1991) era formado em direito e filosofia. Estudou jornalismo e artes gráficas em Paris. Foi o primeiro chanceler da Universidade Mackenzie, bem como reitor da mesma (1976-1980). Era presbítero e foi presidente do Supremo Concílio da Igreja Presbiteriana do Brasil por dois mandatos (1978-1986).

 

14 – Edifício Rev. Matatias Gomes dos Santos

Matatias Gomes dos Santos (1879-1950) foi ministro presbiteriano em Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo. Foi diretor do curso secundário da Escola Americana e professor de português e latim no Mackenzie College. Presidiu a Assembléia Geral da Igreja Presbiteriana do Brasil de 1926 a 1928.

 

15 – Edifício Paulo Costa Lenz César

Paulo Costa Lenz César (1922-1977), membro de uma conhecida família, foi líder da mocidade presbiteriana do Rio de Janeiro e do Brasil. Participou ativamente das comemorações do centenário do presbiterianismo nacional. Foi membro do Conselho de Curadores e do Conselho Deliberativo do Instituto Mackenzie.

 

18 – Edifício Edward Horatio Weeden

Edward Horatio Weeden (1900-1952) nasceu em Nova York e formou-se em engenharia elétrica. Chegou a São Paulo em 1924 e dois anos depois ingressou no Mackenzie como professor. Dirigiu a Escola Técnica (1932-1939) e foi vice-presidente e tesoureiro do Instituto Mackenzie (1933-1952).

 

19 – Edifício Ashbel Green Simonton

Ashbel Green Simonton (1833-1867), chegado ao Rio de Janeiro em 1859, foi o missionário fundador da Igreja Presbiteriana do Brasil. Criou a Igreja do Rio de Janeiro (1862) e o Presbitério do Rio de Janeiro (1865), bem como o jornal Imprensa Evangélica e um seminário teológico. Vitimado pela febre amarela, faleceu em São Paulo.

 

24 – Edifício Miss Brown

Marcia Percy Browne, nascida em 1845 nos Estados Unidos, lecionou na Escola Americana e foi professora de pedagogia na Escola Normal do Mackenzie. De 1890 a 1896, trabalhou na reorganização do ensino primário e normal do Estado de São Paulo. Organizou várias escolas-modelo, uma das quais viria a receber o seu nome.

 

27 – Edifício Erasmo Braga

Erasmo de Carvalho Braga (1877-1932) estudou na Escola Americana e depois se tornou pastor. Foi o presbiteriano mais culto da sua geração. Foi professor e capelão do Mackenzie (1901-1906), bem como o primeiro presidente do Conselho do Mackenzie College (1923). Escreveu a famosa Série Braga, utilizada por muitos anos em todo o Brasil.

 

29 – Edifício Mary Annesley Chamberlain

Mary Ann Annesley Chamberlain casou-se com o Rev. George W. Chamberlain em 1868. Em 1870, o casal iniciou em sua residência a Escola Americana, da qual ela foi a primeira professora. Após trabalhar com o marido em São Paulo e na Bahia, regressou aos Estados Unidos, onde faleceu em 1930.  

 

34 – Edifício Miss Clary

Clara Schuring (1904-1988) nasceu no Brasil e passou parte da sua vida na Inglaterra. Retornando a São Paulo, lecionou inglês no Curso de Comércio do Mackenzie. Fundou e dirigiu o departamento de Educação Física (1935-1942), tendo criado em 1936 o “Dia do Mackenzista”. Organizou o desfile do Mackenzie na inauguração do Estádio do Pacaembu.

 

36 – Edifício Profª Ida Eloise Kolb

Ida Eloise Kolb (1890-1959) era filha de um missionário e nasceu em São Paulo. Estudou na Escola Americana e na Escola Normal do Mackenzie College. Foi professora e diretora da Escola Americana de Curitiba e depois da Escola Americana de São Paulo até a sua aposentadoria em 1958. Seu nome foi dado a uma rua do bairro de Casa Verde.

 

40 – Edifício Antônio Bandeira Trajano

Antônio Bandeira Trajano (1843-1921) nasceu em Portugal e veio para o Brasil em 1857. Foi um dos fundadores da Igreja Presbiteriana de São Paulo. Estudou no Seminário do Rio de Janeiro e foi ordenado pastor. Lecionou matemática na Escola Americana e escreveu uma série de livros didáticos muito apreciados.

 

47 – Edifício Baronesa Maria Antônia da Silva Ramos

Maria Antônia da Silva Ramos (1815-1902) nasceu em Castro, Paraná. Era filha de João da Silva Machado, o Barão de Antonina. Em 1874, vendeu ao Rev. George Chamberlain uma parte da sua chácara na Consolação, que deu início ao atual campus do Mackenzie. Tornou-se membro da Igreja Presbiteriana de São Paulo em 1878.

 

50 – Edifício Rev. José Manoel da Conceição (Capela)

José Manoel da Conceição (1822-1873) nasceu em São Paulo, foi criado em Sorocaba e tornou-se sacerdote católico. Em 1864, filiou-se à Igreja Presbiteriana e no ano seguinte tornou-se o primeiro pastor evangélico brasileiro. Foi dedicado evangelista no interior de São Paulo, Vale do Paraíba e sul de Minas.

 

Edifício João Calvino (Rua da Consolação, 896)

O reformador João Calvino (1509-1564) nasceu na França e abraçou a fé protestante em 1533. Foi o principal líder e teólogo da reforma suíça, com sede na cidade de Genebra, que deu origem às igrejas reformadas ou presbiterianas. Seu pensamento, contido nas Institutas da Religião Cristã e em outras obras, tem sido muito influente em diversas áreas.

 

Edifício Rev. Amantino Adorno Vassão (Rua da Consolação, 896)

Amantino Adorno Vassão (1910-1997) estudou no Mackenzie College e no Seminário de Campinas. Pastoreou por muitos anos a Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro (1945-1980) e presidiu o Supremo Concílio da IPB (1962-1966). Em 1961, participou das negociações que resultaram na transferência do Mackenzie para a Igreja Presbiteriana do Brasil.

 

Edifício Alexander Latimer Blackford (Rua Maria Borba, 40)

Alexander Latimer Blackford (1829-1890) era casado com uma irmã do Rev. Simonton e veio para o Brasil em 1860. Foi o fundador e primeiro pastor da Igreja Presbiteriana de São Paulo (1863-1867). Posteriormente trabalhou no Rio de Janeiro e na Bahia. Organizou várias igrejas no interior de São Paulo.

 

Edifício Miguel Torres (Rua Maria Borba, 44)

Miguel Gonçalves Torres (1849-1892) nasceu em Portugal e veio para o Brasil ainda adolescente. Foi membro fundador da Igreja Presbiteriana de São Paulo e o primeiro pastor presbiteriano a residir em Minas Gerais. Além de pastor, foi professor e autor de diversos livros religiosos.

 

Edifício Rev. Wilson de Souza Lopes (Rua Piauí, 143)

Wilson de Souza Lopes (1926-2003) nasceu no Espírito Santo e estudou em Alta Jequitibá (MG) e no Seminário de Campinas. Foi pastor e professor em vários estados. Por 33 anos ocupou diversos cargos na administração superior da Igreja Presbiteriana do Brasil, tendo tido ampla atuação junto ao Instituto Presbiteriano Mackenzie.

 

Edifício Rev. Modesto Carvalhosa (centro do campus)

Modesto Perestrello Barros de Carvalhosa (1846-1917) foi um dos membros fundadores da Igreja Presbiteriana de São Paulo e o segundo pastor ordenado pela Igreja Presbiteriana do Brasil. Trabalhou em Lorena, Rio de Janeiro, Campos, Curitiba e São Paulo. Foi professor, vice-diretor e capelão da Escola Americana e do Mackenzie College.

“E repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR.” Isaías 11.2
> Newsletter

Coloque aqui seu e-mail para receber nossos Boletins Informativos:

> Informações de Contato

ANDREW JUMPER
Centro Presbiteriano de Pós-Graduação
Rua Maria Borba, 44 - Vila Buarque
São Paulo - SP - Brasil - CEP: 01221-040

E-mail: atendimentocpaj@mackenzie.br
Tel: 011 2114-8644 - Fax: 011 3256-6611

Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper© 2014. Todos os direitos reservados.