FIDES REFORMATA ONLINE

Artigo: É Factível que a Arca do Livro de Gênesis Tenha Sido Calafetada com Betume? (Volume XIV)

Por Marcos Cesaretti

Resumo

Materiais usados pelo homem desde eras remotas podem ter recebido nomes não correspondentes aos que possuem atualmente. Definições de um material são importantes e são influenciadas pela maneira como uma substância, uma técnica ou uma ciência é empregada por uma determinada comunidade. No caso do petróleo, sua definição é controversa, não sistemática e repetidamente arcaica. Mesmo amenizando boa parte da confusão existente, a terminologia do petróleo ainda está aberta à escolha pessoal e ao uso histórico e, em boa medida, isso também pode ser aplicado a outros hidrocarbonetos como o betume. Um dos mais remotos registros de uso do betume reside nos povos pré-babilônicos e outros posteriores como os sumérios, no sudeste da Mesopotâmia (atual Iraque), regiões nas quais se entende que se deu o relato do dilúvio babilônico e também do judaico. No relato judaico, registrado por Moisés em Gênesis 6.14, à semelhança do babilônico, consta que foi usado para calafetação interna e externa de uma grande embarcação um material que hoje pode ser classificado como petróleo ou similar. Por considerações históricas, exegéticas e teológicas, é muitíssimo provável que tenha ocorrido um problema de tradução do hebraico para outros idiomas (muito possivelmente iniciado pela Septuaginta). Associando essas considerações a questões de ordem científica, pode-se concluir que o impermeabilizante originalmente mencionado nesse trecho bíblico pode não ter sido betume ou qualquer outro material semelhante, mas um que possui características bem distintas, sendo algumas diametralmente opostas. E, como consequência dessa suposição, tornou-se possível inferir a árvore específica a que o autor de Gênesis se referiu quanto à procedência da madeira da arca.

Palavras-chave

Arca Noé Petróleo Betume Piche Impermeabilizante Hena Marcos Cesaretti

Sobre o autor

Graduado em Tecnologia Mecânica pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo (FATEC-SP) e Mestrando em Energia pela Universidade Federal do ABC (UFABC). É membro da Igreja Presbiteriana da Vila Nilo, em São Paulo. O autor agradece ao Deus triúno pela iluminação para escrever este artigo e à Universidade Federal do ABC pelo provimento dos meios materiais para tal.

Clique aqui para baixar o artigo

“E repousará sobre ele o Espírito do SENHOR, o Espírito de sabedoria e de entendimento, o Espírito de conselho e de fortaleza, o Espírito de conhecimento e de temor do SENHOR.” Isaías 11.2
> Newsletter

Coloque aqui seu e-mail para receber nossos Boletins Informativos:

> Informações de Contato

ANDREW JUMPER
Centro Presbiteriano de Pós-Graduação
Rua Maria Borba, 44 - Vila Buarque
São Paulo - SP - Brasil - CEP: 01221-040

E-mail: atendimentocpaj@mackenzie.br
Tel: 011 2114-8644 - Fax: 011 3256-6611

Centro Presbiteriano de Pós-Graduação Andrew Jumper© 2014. Todos os direitos reservados.